Benefícios fiscais e gasto tributário no ICMS, espécies e métodos de mensuração

Autores

  • Rodrigo Frota da Silveira Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo
  • Michel André Bezerra Lima Gradvohl Universidade del Museo Social Argentino

DOI:

https://doi.org/10.32586/rcda.v19i1.665

Palavras-chave:

Gasto Tributário. Benefícios Fiscais. ICMS. IVA. Modalidades. Aferição.

Resumo

Tendo em vista o elevado gasto tributário anual dos estados brasileiros e do Distrito Federal referentes a benefícios fiscais concedidos com base no ICMS, resulta a necessidade de mensurar adequadamente estes valores e controlar os seus resultados. A complexidade e diversidade da legislação tributária e dos benefícios relativos ao ICMS têm sido fortes empecilhos à construção de modelos adequados a mensurar tais renúncias fiscais. Este estudo tem por objetivo identificar, por meio de pesquisa qualitativa, espécies de benefícios fiscais com este imposto e desenvolver metodologias capazes de mensurar o montante de recursos públicos renunciados em cada modalidade identificada. O método aplicado foi a busca da Constituição e Leis Complementares no site do planalto e da legislação do ICMS, nos sites das administrações tributárias estaduais. Após a leitura, foram selecionadas apenas as normas referentes a benefícios fiscais. A pesquisa identificou padrões, divididos em famílias, gêneros e espécies, de benefícios fiscais com ICMS, assim como descreveu métodos de quantificação dos valores renunciados em cada modalidade. Os resultados obtidos são um primeiro passo no caminho para desenvolver uma metodologia que possibilite aos órgãos de controle aferir a relação de custo-benefício de cada modalidade de benefício deferido.

Biografia do Autor

Rodrigo Frota da Silveira, Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Graduado em direito e administração, mestre em administração pela FEA/USP, auditor tributário, professor, pesquisador, membro do conselho Técnico da Febrafite. E-mail: rodrigofsilveira@gmail.com

Michel André Bezerra Lima Gradvohl, Universidade del Museo Social Argentino

Doutor em ciências jurídicas e sociais, auditor fiscal da receita estadual, conselheiro do Contencioso Administrativo Tributário, do Conselho de Defesa dos Contribuintes e do Conselho Gestor do Fundo de Direitos Difusos do Estado do Ceará, professor e pesquisador. E-mail: miche.andre07@gmail.com

Referências

ALAGOAS. Decreto nº 38.317, de 22 de março de 2000. Dispõe sobre o regime de substituição tributária nas operações que destinem mercadorias a revendedores que efetuem venda porta-à-porta. Diário Oficial do Estado de Alagoas, Maceió, 23 mar. 2020. Disponível em: https://bit.ly/3mXw86A. Acesso em: 8 nov. 2020.

ALAGOAS. Lei nº 5.901, de 02 de janeiro de 1997. Altera dispositivos da Lei nº 5.671, de 1º de fevereiro de 1995, que dispõe sobre o programa de desenvolvimento integrado do Estado de Alagoas – PRODESIN. Diário Oficial do Estado de Alagoas, Maceió, 2 jan. 1997. Disponível em: https://bit.ly/39MHJ4V. Acesso em: 8 nov. 2020.

BAHIA. Decreto nº 5.444, de 30 de maio de 1996. Aprova o Regulamento do

Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). Salvador: Governo do Estado, 1996. Disponível em: https://bit.ly/3mVpwpl. Acesso em: 8 nov. 2020.

BAHIA. Decreto nº 7.798, de 05 de maio de 2000. Aprova o regulamento do fundo de desenvolvimento social e econômico – Fundese, dos programas a ele vinculados e dá outras providências. Salvador: Governo do Estado, 2000. Disponível em: https://bit.ly/3oASNGb. Acesso em: 8 nov. 2020.

BAHIA. Decreto nº 7.799, de 09 de maio de 2000. Dispõe sobre o tratamento tributário nas operações que indica e dá outras providências. Salvador: Governo do Estado, 2000. Disponível em: https://bit.ly/3lRZSk3. Acesso em: 8 nov. 2020.

BAHIA. Decreto nº 19.190, de 27 de agosto de 2019. Dispõe sobre o tratamento tributário nas operações realizadas por central de distribuição de lojas de departamento, e dá outras providências. Salvador: Governo do Estado, 2019. Disponível em: https://bit.ly/39Qxahe. Acesso em: 8 nov. 2020.

BRASIL. Convênio ICMS 126, de 29 de setembro de 2017. Brasília, DF: Conselho Nacional de Política Fazendária, 2017. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 5 out. 2017. Disponível em: https://bit.ly/39Nnd44. Acesso em: 8 nov. 2020.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, [2020]. Disponível em: https://bit.ly/32O3YmL. Acesso em: 6 nov. 2020.

BRASIL. Lei nº 5.172, de 25 de outubro de 1966. Dispõe sobre o Sistema Tributário Nacional e institui normas gerais de direito tributário aplicáveis à União, Estados e Municípios. Brasília, DF: Presidência da República, [1966]. Disponível em: https://bit.ly/3mVEnQC. Acesso em: 8 nov. 2020.

BRASIL. Lei Complementar nº 87, de 3 de setembro de 1996. Dispõe sobre o imposto dos Estados e do Distrito Federal sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [1996]. Disponível em: https://bit.ly/39RUmvA. Acesso em: 8 nov. 2020.

BRASIL. Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000. Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, [2000]. Disponível em: https://bit.ly/3ovlkNn. Acesso em: 8 nov. 2020.

BRASIL. Resolução do Senado Federal nº 22, de 19 de maio de 1989. Estabelece alíquota do imposto sobre operações relativas a circulação de mercadorias e sobre prestação de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação, nas operações e prestações interestaduais. Brasília, DF: Presidência da República, [1989]. Disponível em: https://bit.ly/3ouq5qE. Acesso em: 8 nov. 2020.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. ADI-MC 2021. Relator: Ministro Maurício Corrêa. Brasília, 04 de agosto de 1999. Brasília, DF: Diário da Justiça, [1999].

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Repercussão Geral, Tema 299. RE 635688. Relator: Ministro Gilmar Mendes. Brasília, 16 de outubro de 2014. Brasília, DF: Diário da Justiça Eletrônico, [2014].

CEARÁ. Decreto nº 22.083, de 10 de setembro de 1992. Dispõe sobre o prazo de recolhimento do ICMS para os estabelecimentos industriais de embalagens flexíveis de polietileno e polipropileno. Diário Oficial do Estado do Ceará, Fortaleza, 10 ago. 1992. Disponível em: https://bit.ly/3gqVzuT. Acesso em: 8 nov. 2020.

ESPÍRITO SANTO. Decreto nº 3.174, de 14 de dezembro de 2012. Regulamenta a Lei n° 9.937 de 22 de novembro de 2012. Diário Oficial do Estado do Espírito Santo, Vitória, 22 nov. 2012. Disponível em: https://bit.ly/2VM8qhM. Acesso em: 8 nov. 2020.

ESPÍRITO SANTO. Lei nº 2.508, de 22 de maio de 1970. Dispõe sobre a autorização para criação do Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias – Fundap, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado do Espírito Santo, Vitória, 2 jul. 1970. Disponível em: https://bit.ly/2JMs5Mf. Acesso em: 8 nov. 2020.

ESPÍRITO SANTO. Lei nº 9.937, de 23 de novembro de 2012. Dispõe sobre a legislação de regência do Fundo para o desenvolvimento das Atividades Portuárias – Fundap. Diário Oficial do Estado do Espírito Santo, Vitória, 17 dez. 2012. Disponível em: https://bit.ly/2LiaufB. Acesso em: 8 nov. 2020.

GRADVOHL, M. A. B. L. Necessidade de controle dos benefícios tributários. Revista Controle, Fortaleza, v. 14, n. 2, p. 82-115, 2016.

MILAGRES, D. M. Incentivos fiscais. Revista de Ciência Política, Rio de Janeiro, v. 29, n. 3, p. 103-117, 1986. Disponível em: https://bit.ly/2K0Ri58. Acesso em: 8 nov. 2020.

MINAS GERAIS. Decreto nº 47.762, de 20 de novembro de 2019. Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelo contribuinte adquirente mineiro ou pelo substituto tributário, inclusive o localizado em outra unidade da Federação, para a remissão de créditos tributários relativos ao ICMS, decorrentes de operações para as quais tenham sido concedidos benefícios em desacordo com o disposto na alínea “g” do inciso XII do § 2º do art. 155 da Constituição Federal, e na Lei Complementar Federal nº 24, de 7 de janeiro de 1975. Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, Belo Horizonte, 21 nov. 2019. Disponível em: https://bit.ly/2JUcx8R. Acesso em: 8 nov. 2020.

PARAÍBA. Lei nº 11.707, de 10 de junho de 2020. Dispõe sobre a remissão e a anistia de créditos tributários, constituídos ou não, na forma que especifica o Convênio ICMS 14/20. Diário Oficial do Estado da Paraíba, João Pessoa, 12 jun. 2020. Disponível em: https://bit.ly/3lXLerw. Acesso em: 8 nov. 2020.

PELLEGRINI, J. A. Gastos Tributários: conceitos, experiência internacional e o caso do Brasil. Brasília, DF: núcleo de estudos e Pesquisas, 2014. Disponível em: https://bit.ly/2ImHYYW. Acesso em: 8 nov. 2020.

PERNAMBUCO. Lei Complementar nº 362, de 22 de junho de 2017. Institui o Programa Especial de Recuperação de Créditos Tributários – PERC, que dispõe sobre a redução parcial de valores de multas e juros previstos na legislação do ICM e do ICMS nas condições que especifica, bem como promove alterações na Lei Complementar nº 107, de 14 de abril de 2008. Diário Oficial do Estado do Pernambuco, Recife, 22 jun. 2017. Disponível em: https://bit.ly/3mWkDfL. Acesso em: 8 nov. 2020.

RIO DE JANEIRO (Estado). Decreto nº 38.938, de 07 de março de 2006. Altera o tratamento tributário para trigo e os produtos que menciona, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 7 mar. 2006. Disponível em: https://bit.ly/3lUv962. Acesso em: 8 nov. 2020.

RIO DE JANEIRO (Estado). Decreto nº 41.483, de 18 de setembro de 2008. Dispõe sobre a concessão de tratamento tributário diferenciado para os contribuintes que menciona e dá outras providências. Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 19 set. 2008. Disponível em: https://bit.ly/3mWl7CB. Acesso em: 8 nov. 2020.

RIO DE JANEIRO (Estado). Lei nº 3.578, de 6 de junho de 2001. Ratifica instrumento firmado pelo Estado do Rio de Janeiro. Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 6 jun. 2001. Disponível em: https://bit.ly/3oydqmE. Acesso em: 8 nov. 2020.

RIO DE JANEIRO (Estado). Lei nº 4.189, de 29 de setembro de 2003. Dispõe sobre a concessão de incentivos fiscais às empresas que vierem a investir nas regiões norte-noroeste fluminenses, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 30 dez. 2003. Disponível em: https://bit.ly/36XIwOJ. Acesso em: 8 nov. 2020.

RIO DE JANEIRO (Estado). Lei nº 4.531, de 31 de março de 2005. Dispõe sobre a concessão de tratamento tributário especial para os estabelecimentos industriais que especifica com sede localizada no Estado do Rio de Janeiro, e dá outras providências. Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 31 mar. 2005. Disponível em: https://bit.ly/3gtM8ef. Acesso em: 8 nov. 2020.

RIO GRANDE DO SUL. Decreto nº 37.699, de 26 de agosto de 1997. Aprova o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (RICMS). Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 26 ago. 1997. Disponível em: https://bit.ly/3glm8l8. Acesso em: 8 nov. 2020.

SANTA CATARINA. Decreto nº 2.870, de 27 de agosto de 2001. Aprova o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação do Estado de Santa Catarina. Diário Oficial do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 28 ago. 2001. Disponível em: https://bit.ly/33Uq2fM. Acesso em: 8 nov. 2020.

SANTA CATARINA. Lei nº 12.498, de 12 de dezembro de 2002. Altera a Lei n° 10.297, de 1996, que dispõe sobre o ICMS. Diário Oficial do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 17 dez. 2002. Disponível em: https://bit.ly/2VP2NPV. Acesso em: 8 nov. 2020.

SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 45.490, de 30 de novembro de 2000. Aprova o Regulamento do Imposto Sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação – RICMS. Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo, 30 nov. 2000. Disponível em: https://bit.ly/2JXktGz. Acesso em: 8 nov. 2020.

TESOURO NACIONAL. Boletim de finanças dos entes subnacionais. Brasília, DF, 2020. Disponível em: https://bit.ly/3mP40Tc. Acesso em: 8 nov. 2020.

Publicado

2021-01-14

Como Citar

Frota da Silveira, R., & Gradvohl, M. A. B. L. (2021). Benefícios fiscais e gasto tributário no ICMS, espécies e métodos de mensuração. Revista Controle - Doutrina E Artigos, 19(1), 82-124. https://doi.org/10.32586/rcda.v19i1.665

Edição

Seção

Artigos